quinta-feira, 10 de abril de 2008

Definir o amor?
Existem varias formas de defini-lo.
Prefiro vive-lo.filhas e eu

O amor é a relação de troca mais misteriosa e intrigante em que a nossa alma pode navegar livremente, já que neste território não existem leis a serem seguidas.
Aqui o sentido de poder é completamente irrelevante, apenas um contrato justo, sem nenhuma condição regulamentar.
Num lugar onde a harmonia prevalece.
E os sonhos com a forma desejada, ocupam o maior espaço dentro dos nossos corações, sentimos as suas batidas num absoluto compasso entre os desejos de cada um. Isso faz com que nossas vidas sigam em absoluta paz.



Xero na alma.

4 comentários:

O Profeta disse...

Tão complexa partilha...

Hoje não vou falar de amor
Hoje tenho saudade de canções
De uma voz perdida no tempo
Que me ensinou o sonho, as emoções

Hoje senti saudades da minha rua
Da casa fria e quente da ternura
Do cheiro a lenha, pão amassado
Dos abraços tidos de forma tão pura


Hoje convido-te a saberes um pouco de mim

Um resto de boa semana



Terno beijo

Ana Jácomo disse...

É, querida, o bom do amor, eu acho, é essa liberdade.
Linda foto. Perfumada. :)
Beijos.

Regina disse...

Olá querida... temos algo em comum...
Tenho duas filhas também...
E concordo plenamente contigo...
pra descrever o amor se melhor é vivê-lo?
Que a paz de Deus esteja com vocês hoje e sempre...
Que esse xero na alma transborde de harmonia e espalhe aos quatro cantos do mundo que:
O AMOR É A ESSÊNCIA DA VIDA!!!!


Bom findi, beijocas

Rosa disse...

O que seria de nós sem amor?? Bom vir aqui e encontrar a materialização desse sentimento tão nobre, Rosinha. Beijo e um findi com muito amor pra você!

www.odamae.zip.net