sexta-feira, 20 de abril de 2007

ENTRE O VESTIGIO E A BRUMA.

Rever valores é uma luta diária. E graças a isso EU tem tido experiências gratificantes. Reconheço que as diferenças são necessárias. A vida se torna um pouco mais leve. Minha alma agradece. Não é fácil lidar com energias pesadas, sempre transformando o denso em sutil. Há certas coisas que devem ser enterradas definitivamente. Não? Alguém me fala: Abra espaço para o novo. Sou teimosa....... Uma boa noite de sexta-feira, pra todos amigos.......................
Me despeço como sempre: Poetando.
Eu quero amar, amar perdidamente!Amar só por amar: aqui…além…mais este e aquele, o outro e toda a gente..Amar! Amar! E não amar ninguém!
Recordar? Esquecer? Indiferente!Prender ou desprender? É mal? É bem?Quem disse que se pode amar alguém durante a vida inteira é porque mente.
(florbelaespanca)

3 comentários:

Marli disse...

Que olho!!!!!!!Linda.

Cleo disse...

Rosinha, falei ontem muito em vc.Passei pra te visitar, pelo que vejo, vc esta otima.Muito feliz.Bjs.

BLOG DE MARIO LUIZ DE MELLO disse...

Ola Rosa:

Vou colocar o seu blog em meus links de favoritos. Vamos trocar links? Vc. tambem pode me adicionar?
http://blogdomariomello.blogspot.com

sds

Mario
Curitiba-PR