sexta-feira, 28 de novembro de 2008

SEM FOTO, SEM TITULO....com saudades.

Trabalhando a mente, sempre aberta, para atingir o caminho.
Transcedendo preocupações, visões e tentações, para atingir o caminho...
Pois, pois como diz minha saudosa amiga Sonia Terra.
Saudades de vim aqui.De visitar, ler e trocar carinho em casas de amigas(os). Estou sem meu pc, mas faltam poucos dias pra voltar ao normal. Pra ser sincera, não fico a vontade pra escrever que não seja no meu canto. E nele que tenho acesso as minhas fotos, textos e minhas lembranças.
....Volto logo.
E nisso digo:

No instante de um pensamento,
Minha mente turbulenta chegou a um descanso.
O interior e o exterior,
Os sentidos e seus objetos,
São completamente lúcidos.
Em uma volta completa,
Esmaguei a grande vacuidade.
As dez mil manifestações
Surgem e desaparecem
Sem qualquer razão.

— Han-shan

Xero amoroso em todos que passam por aqui.

4 comentários:

Perplexa disse...

Com saudades de tuas verdades, bjus.

Perplexa disse...

Com saudades de tuas verdades, bjus.

Rosa Magalhães disse...

Engraçado... teus posts ficam mesmo diferentes sem foto! rs. Mas ainda assim têm a sua essência, flor. Beijo!

Quem sou eu? disse...

Rosinha, uma das coisas que mais admiro numa pessoa, é a coragem de se mostrar, o orgulho de ser o que é, seja "dor ou delícia", como diria caetano. Li o post aqui de baixo, e lembrei de te dizer isso. Você se mostra aqui como uma pessoa que está sempre se reinventando, aprendendo, caindo e levantando numa vontade imensa de estar [acho, no meu achômetro, que vc é chegada ao "estar" feliz, e não "ser" feliz, que é aquele feliz que parece que não chega nunca].

Admiro muito isso: ser pessoa em construção.

beijos muitos!!!

[e ó... oda e eu já tentamos ligar várias vezes pra tu. e é pq rosa tem 2 números, rs. imagine....]