sábado, 25 de agosto de 2007

sem querer ser mais que sou

O ser humano é cheio de defeitos.
Enfrenta-los e supera-los não é tarefa fácil.
Procuro minha evolução pessoal, e sei que esse aprendizado é uma fonte.
E, por mais que tentemos fugir, faço a seguinte pergunta:
- Por que não estudar os nossos pontos fracos antes que eles apareçam de forma a trazer sofrimento?
Posso afirmar que muitas vezes precisamos nos retirar da correria do mundo,ficar na quietude e introspecção.
Particularmente preciso curtir meu próprio mundo, meditando ou ouvindo minha intuição e tentando diferenciar meus sentimentos dos sentimentos do coletivo. Aprendi isso e tento fazer valer.


Um monte de idéias, sentimentos e flashes intuitivos transbordam de dentro da minha alma, levando-me a assumir riscos saudáveis, acreditando em sonhos grandiosos.Tenho consciência deste trovão interior, e jamais machucaria pessoas com a intensidade desses relampejos.Não sou nenhuma criança, embora as vezes me comporte como tal.
De repente minha vida virou uma agitação só, quebrando a estagnação e varrendo para fora todo e qualquer sentimento de tédio, tudo que é ordinário cede lugar ao extraordinário neste momento da minha vida. As vezes me sinto maravilhada com coisas aparentemente impossíveis ou muito loucas acontecendo.

Tambem tenho medo.



eu


 Ontem...

O show de Ivete foi massa.
Dancei muito.
Turma boa, animada.
Apesar de acontecências desagradáveis, meu foco de diversão foi maior.
Valeu demais.
Alan do meu lado.
Me senti protegida.
O prazer faz parte da existência e eu mereço vivê-lo
.
HOJE A FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE SAÚDE, fez a abertura da campanha de Vacinação contra a Paralisia Infantil.
Fui com Maria Luiza, que estava a trabalho com a assessora de comunicação da Fundação, Anucha Melo, fazendo a cobertura do evento.
Fico toda orgulhosa pela minha filha.
Hoje é o niver de Apanaina, minha irmã. 15 anos.
Idade linda.

Musica de ouvido....

Abri os olhos

Sei
Mais do que eu quis
Mais do que sou
E sei do que sei
Só não sei viver
Sem querer ser
Mais do que sou
E o fato é o ato da procura
E a cura não existe só
O que era certo
Eu descobri
Nem sempre era o melhor
Abri os olhos
Não consigo mais fechar
Assisto em silêncio
Até o que eu não quero enxergar
Não sei afastar
A dor de saber
Que o saber não há
Só não sei dizer
Se esse meu ver
Se pode explicar
Enquanto eu penso
Tanto, entendo
O que é mais fácil
Não pensar
O que era certo
Eu aprendi
A sempre questionar (sandy e junior) 


...Olhar pro lado é descobrir o ouro oculto.

xero na alma

5 comentários:

Luiz disse...

Se cuide!

Renata Dias disse...

Rosinha, as adversidades são grandes oportunidades, vc sabe bem o que digo.Lembre-se quando diziamos "nada é por acaso" e "tudo tem um significado".
A vida nós dá sinais.

Renata Dias disse...

Rosinha, as adversidades são grandes oportunidades, vc sabe bem o que digo.Lembre-se quando diziamos "nada é por acaso" e "tudo tem um significado".
A vida nós dá sinais.

* Tatá * - Taís Basso disse...

Rosinha linda de viver, são tantas as incertezas e tantas outras as complicações, que só tenho certeza de uma coisa: Você é um amor de pessoa e adoro vir aqui e me recarregar sempre.
Ler você você é como visualizar infinitas estrelas em noites chuvosas.
Xero de amiga.

Rosa Magalhães disse...

Uma viagem para dentro de nós mesmos pode ser surpreendente, há um mundo dentro de cada um e para desbravá-lo é preciso coragem. Algo me diz que você tem essa coragem e, sendo assim, acho que está no caminho certo. Beijos!