quinta-feira, 23 de agosto de 2007

tudo em mim


É só isso
Não tem mais jeito
Acabou, boa sorte
Não tenho o que dizer
São só palavras
E o que eu sinto
Não mudará
Tudo o que quer me dar
É demais
É pesado
Não há paz
Tudo o que quer de mim
Irreais
Expectativas
Desleais
Mesmo, se segure
Quero que se cure
Dessa pessoa
Que o aconselha
Há um desencontro
Veja por esse ponto
Há tantas pessoas especiais

(vanessa da mata)

Não vou conseguir. Não acredito em promessas pontuais sobre futuros incertos. Não sou máquina, nem espero conviver com máquinas. Aceito a condição humana, animal, por mais que sofra com seus efeitos. Aceito que o amor foge ao controle humano e que deve-se curtir sua intensidade pelo tempo que durar (mas também que sentimentos de amizade e cumplicidade podem persistir bem além.) Aceito a irrestrita liberdade de pensar e de ser. Aceito que idéias mudam, assim como opiniões, crenças e conceitos, vontades e sentimentos. Aceito que os sentidos freqüentemente nos dominam, que a mente muitas vezes nos induz a raciocínios complicados e destrutivos, que erramos dentro do que definimos como certo e errado, que violamos acordos e também que nem sempre concordaremos com as mesmas definições. Aceito que somos humanos e imprevisíveis. Numa sociedade que exige de nós cada vez mais a perfeição mecânica diante de convenções aceitas pela maioria, é fundamental que aceitemo-nos como humanos, com direito irrevogável à compreensão e ao perdão, acima das leis e convenções, mesmo que seja para ter o direito de não compreender ou não perdoar.(desconheço a autoria)

Que esta minha paz e este meu amado silêncio
Não iludam a ninguém
Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta
Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios
Acho-me relativamente feliz
Porque nada de exterior me acontece...
Mas,
Em mim, na minha alma,
Pressinto que vou ter um terremoto! (clarice lispector)


Hoje um vulcão se instalou em mim.
Tenho a sensação que vou explodir.
Hoje estou me sentindo um pouco só.
Não vou pensar.
Não vou escrever.
Não quero nada.
Sei que tenho um lugar sagrado dentro de mim.
Hoje tem Ivete Sangalo...
Sei que vou.

 eu

xero na alma

4 comentários:

* Tatá * - Taís Basso disse...

Que os seus dias sejam tão bons quanto você torna os meus.
Bom show, curta bastante e se divirta.
Não sei quem é mais show: Ivete ou Rosinha. Aliás, sei sim. Ivete dá show...e você é show!
Adoro!!!
Xero com saudades.

Diana disse...

Peço sempre q Deus me permita ver além da ilusão dos meus olhos e que eu encontre a paz dentro de mnha tubulência...planejei ver Ivete mas cm sempre tdo foge a mnha vontade,conto com vc pra dizer cm foi ,DIVIRTA-SE,BJOS!

Eliane disse...

Estar cheio de vida é respirar profundamente, mover-se livremente e sentir com intensidade." (Alexander Lowen).
Existem momentos que realmente a gente pensa que vai explodir, mas sabe Rosinha, acredito que vc já explodiu há mais tempo,sua intensidade de ver a vida e as pessoas, faz com que a gente lhe veja em eterna erupção.

Cristina disse...

Música Linda.
Quando vem aqui de novo.Estamos com saudades.Bjs.