sexta-feira, 31 de agosto de 2007

minha herança é uma flor

Quando se recebe coisas positivas, é preciso distribuí-las, estimulando as pessoas ao nosso redor a saírem de seus mundos, para serem menos egoístas... Tudo acaba, não há fase ruim que perdure, nem fase boa que seja eterna.
Dar-se limites significa principalmente saber até onde se deve ir e quando se deve parar ou, ao menos, desacelerar o movimento.
Falo muito, penso tambem.
Ando curtindo momentos, mas ando tomando cuidado, para não me embebedar.
Não sou besta, apenas estou boba.
Não quero correr riscos, dou importancia a mim, aos meus sentimentos.
Me conheço, não posso simplesmente no tocante dos meus desejos ir reagindo as circunstâncias, preciso ficar atenta pra onde estou indo...sou tantas, entretantas... flor, não quero me despetalar.


eu
Depois da malemolência, minha herança é uma flor.
Ando com Ceu nos ouvidos e na cabeça......literalmente.


""A minha herança pra você, é uma flor com um sino, uma canção.
Um sonho em uma árvore ou uma pedra...eu deixarei
A minha herança pra você, é o amor capaz de fazê-lo tranqüilo, pleno, reconhecendo o mundo.
O que há em si.
E hoje nos lembramos, sem nenhuma tristeza, dos foras que a vida nos deu.
Ela com certeza estava juntando Você e eu ...
Achei você no meu jardim ""(ceu)

Boa sexta...xero de flor pra todos

3 comentários:

Cristina disse...

Andar por aqui é sentir cheiro de flor.Bjs.

Alain disse...

Xero francês, em brasileira especial.

Anônimo disse...

Acho q a musica eh da vanessa da Mata.. tbm adoro Ceu