quarta-feira, 11 de julho de 2007

ontem

Uma das mais poderosas leis da vida é a lei do esforço. Não existe nada neste mundo que não precise passar – ainda que temporariamente – por momentos de esforço, a fim de se afirmar diante do mundo ao redor. Vivo na medida do possivel bem. No meu ultimo post, me perguntaram se estava feliz. Naquele dia estava, mas vivo do momento.Dia 9 de julho, foi o niver de Maria Luiza, teve bolo, parabéns, familia, amigos. Ela estava feliz, Luiz Filipe e eu também.Hoje tive uma grata surpresa, que já estava aguardando. Maria Luiza, vai estagiar nos Correios do Brasil. Estou feliz. E ontem??
Ontem tive um dia infeliz. Fiquei mal mesmo.
Problemas na área de trabalho. Desanimei. Pensei tanto.
E me perguntei: "como as vezes coisas rolam de uma maneira que não entendo, não consigo discernir".
Tive a sensação de tempo perdido e de energia jogada fora. Sei que permiti me fazer mudanças. Dentro desse contexto, encaro tudo como oportunidades e não como um obstáculo intransponível. Não tento forçar as coisas de maneira que ache que elas têm de acontecer. Muitas vezes as coisas precisam rolar de uma forma, mesmo que a gente não tenha atentado ainda pra isso, não forço minha barra. Quero ter o poder e a autoridade sobre mim. As vezes fico inquieta e impaciente. Reconheço minha força, e não preciso depender de nada nem de ninguém. Embora tenha ainda algumas amarras, e ando procurando me soltar.
Aprendi que quando dependemos do outro, o outro pode falhar conosco eventualmente e qualquer felicidade excessivamente buscada fora de nós é absolutamente temporarária...
Amigo Quintana disse pra mim:
O milagre não é dar vida ao corpo extinto.
Ou luz ao cego, ou eloqüência ao mudo...
Nem mudar água pura em vinho tinto...
Milagre é acreditarem nisso tudo!


............pois ainda acredito.

eu

6 comentários:

Renata Dias disse...

Ainda bem que ontem já passou.
Parabéns pra Luiza, e pra vc tambem, sempre com força.
Nunca duvidei disso.

Rosa Magalhães disse...

Eu também acredito em milagres. Principalmente no milagre da vida que se renova a cada dia. E cada dia, Rosinha, sei que é um degrau a mais para chegar no lugar que é só meu. Então ao chegar em casa esqueço que o dia foi exaustivo e fico em paz. Amanhã sempre há de ser melhor! Beijos e um lindo dia todo dia pra você!

Jana disse...

Mas é assim querida, felicidade e infelicidade, apenas momentos...

Beijos

Rosa Magalhães disse...

Hoje quando cheguei ao trabalho uma colega (que sempre lê meu blog) disse: "descobri outra Rosa no teu canto, quanta coisa linda ela escreve!" Vê que coisa boa??? Beijo, flor.

(P.S.: quero te conhecer pessoalmente)

Cristina disse...

Rosinha linda mulher.Se avexe não, amanhã será outro dia.

Diana disse...

Momentos assim fazem a gente valorizar mais os momentos alegres...q bom q passou!