sexta-feira, 2 de março de 2007

escritos da vida

Quem me dera encontrar o verso puro. O verso altivo e forte, estranho e duro. Que dissesse a chorar isto que sinto!" (FLORBELA SPANCA)
Sumida eu tô né, ando muito sem inspirção, de repente parece que o mundo a minha volta deu uma grande volta e me deixou de cabeça pra baixo, é isso mesmo, de cabeça pra baixo, ando sem energia, tou brigando comigo a cada segundo pra sair dessa falta de encanto com a vida, a briga tá feia,. Mudando um pouco de assunto: hoje foi o final da novela do manoel carlos, sempre gostei dos textos que ele escreve, mas sinceramente essa novela não foi boa, não gostei do desenrolar da trama, muito menos dos casais, pelo menos pra mim. Esta foi a primeira novela de maneco, que não acompanhei dia-a dia, mas o último capitulo foi legal, pelo menos foi feito justiça com relação aos gêmeos, e claro não deixando de elogiar o foco que foi dado pela discriminação com portadores de down.Se falou tanto em adoção e das dificuldades que se tem pra adotar uma criança, aqui no Brasil, principalmente aquelas que são" especiais" por alguns momentos meu pensamento se voltou pra me imaginar adotando uma criança, pois é: teria coragem, e acima de tudo vontade ,tive 3 filhos biologicos, maravilhosos convém dizer, sempre disse que me bastava os 3, mas hoje penso diferente, posso adotar sim uma criança, tenho muito amor, carinho, respeito pra doar, gosto muito de crianças, me sinto bem ao lado delas.............talvez nesse momento por que passo não seja a melhor hora pra pensar nisso, mas pode ser um projeto para o futuro bem próximo. ADOTAR., Tenho todos os requisitos para adotar uma criança, vou pensar sim com muito carinho. Família é tão bom, e quando ela é grande é melhor ainda. Sinto falta de dos meus três filhos ao meu lado, fazendo bagunça, na mesa, eu chamando todos eles: >>venham tá na mesa, vai esfriar>>, e hoje ela é bem maior, pois tem o Davi, a Ana Luiza, o Ramom,(o namorado da Luiza). Sinto falta também de um companheiro pra dividir minha vida, minha mesa, minha cama, pois é......... quem sabe tá do meu lado e ainda nem enxerguei.......... vamos ver......... Falei hoje com Julianna minha filha, fazia quase 7 dias que não tinhámos contato, a vida dela tá corrida, e soube que minha neta Ana Luiza, viajou com os avós para Franca (sp) pra visitar a bisavó, foi sem a companhia dos pais. Achei muito legal, Julianna e Davi terem deixado ela ir , parabéns pra eles. Ana Luiza já esta aprendendo, apenas com 1 ano a ser independente, e entender que nem sempre sua mãe e seu pai vão estar por perto, parabéns aos pais pela maturidade em enxergar que isso pode ser muito bom pra ela.Parabéns, meus filhos. Xero pra todos. 

(escrito por rosinha)

5 comentários:

Luis Antonio disse...

Oi Rosinha, parabéns atrasado, desculpa, fazia tempo que não acessava teu blogger, como vão as coisas? Beijos.

Luiz Alberto Machado disse...

Nunca chore por mim, não chore não que um dia eu volto pra te buscar. A partida e o caminho nas minhas mãos e os olhos da vida a me vigiar (...) Pelas ruas ganhei a pose e o disfarce, o abraço e o perigo da delação, para vida ofereço a outra face e pra morte celebro a confissão de quem vai se entregar, seja em qualquer lugar, onde a sorte vier... (NUNCA CHORE POR MIM, uma parceria musical de Santanna, o Cantador & Luiz Alberto Machado).

J.Ruy disse...

^~Tudo começa a partir do momento que idealizamos. Para que se torne realidade, basta crença verdadeira e aceitar os acontecimentos como se tudo estivesse conspirando a nosso favor. O que surgir contra devemos encarar apenas como treinamento e teste de nossa força para o verdadeiro jogo. Fraco não é o que tem dificuldade de carregar o fardo, mas sim o que desiste. Vejo pessoas deixando uma carga e pegando outra na esperança de encontrar sempre algo um pouco mais leve.O importante não é a quantidade daquilo que carregamos, mas a qualidade e utilidade que terá durante nosso trajeto.(do Livro O Sol de Berta - J.Ruy)
...Abraço.....tenha um bom dia.

Hleneide Freitas disse...

Rosinha minha linda, li esse poema de Cecilia e lembrei de vc, boa semana, e fique com Deus, força sempre.BBeijos...........

Não sejas o de hoje.
Não suspires por ontens...
não queiras ser o de amnhã.
Faze-te sem limites no tempo.
Vê a tua vida em todas as origens.
Em todas as existências.
Em todas as mortes.
E sabes que serás assim para sempre.
Não queiras marcar a tua passagem.
Ela prossegue:
É a passagem que se continua.
É a tua eternidade.
És tu.

Anônimo disse...

Se é a pessoa que imagino, eu conheço a tua vida, pelo pouco que acompanhei. Mas os acontecimentos que sempre independem de nós, sempre nos pegam assim, surpesos, e pelo espanto a gente fica com a cara de perdido.
Mas existem outros milhões de caminhos à tua frente, os quais podes escolher, eu sugiro agora prudência, calma, e um apurado criterioso do que se apresenta diante de ti. As poucas saídas ainda, são as que se mostram restando ainda a outra prte dos milhões.

Um beijo na pele do teu coração

do amigo de semrpe NAENO.