sexta-feira, 19 de janeiro de 2007

até de madrugada

Desejava atingir a pureza de não saber mais nada (Manoel de Barros)
Solidão me deixe forte.......Talvez resolva meus problemas.(Scandura)
As vezes me pinto nuvem, às vezes me pinto árvore, ás vezes me pinto coisas.(Quintana)

3 comentários:

Elio Amadeu disse...

Oi Rosinha ! sabe vc me deixou muito feliz e motivado a voltar a escrever, outro dia encontrei um texto meu publicado por aqui ! achei bem legal ! e adorei também tudo o que escreve. Voltarei mais vezes. Deus te abençoe sempre.

Poliana disse...

Rosinha , seu blog, tá cada vez mais legal, sempre te visito, gosto da maneira que vc escreve.Pena que não podes vir para a Festa de Ana Luiza. Bjs.

Luciana disse...

Que aconteceu, minha filha??
O que vc anda fazendo??
Esta igual a vinho, passa o tempo e fica melhor.
Linda. Bjs.