domingo, 12 de agosto de 2012

o que é verdadeiro permanece




Sinto orgulho em saber que meu passado me permitiu ter mais sensibilidade.
Hoje me sinto menos tempestuosa e mais, bem mais pronta, próxima de mim. 

Do que fui, do que sou, dessa pessoa que o tempo me fez.
Hoje, sou mais compreensiva diante desse futuro que me brinda com gentil delicadeza.
Surpreendo-me quando me pego espalhando flores no caminho que cruzo.
Quem sabe essa não seja a confirmação de que preciso continuar.
Acho que isso é o que me salva todos os dias.
É essa esperança de vida que me consome.




xero de rosa
semana de luz.



Um comentário:

Marisete Zanon disse...

Então continue espalhando flores pelo caminho...
Muito bonito o pensamento.
Um abraço com carinho e uma semana super feliz!
Bjos