quinta-feira, 6 de outubro de 2011

daquilo que não amadurece





Eu rezo pra tentar me entender

Com chuvas de palavras explico coisas que nem sei.
A casa,um caos dentro e fora.
Que lua estamos mesmo ?
Tô esperando o verde amadurecer no meu peito
Pra ver se encontro meu coração na esquina
Eu preciso ver estrelas no céu da boca, sambar devagarzinho ou então achar cinquentão no bolso
Eu preciso de surpresa !
Logo me convenço com metáforas das minhas desgraças
E dou risada achando graça desse verde que não amadurece
Verde que ensina e que termina
Me deixando sempre uma cor-resposta

Pra pintar na vida

de vanessa leonardi


xero de rosa

Um comentário:

Ela disse...

Que lindo!
^^
Beijos!
:*