terça-feira, 10 de agosto de 2010

sobre saudades


Eu amo tudo que foi,
Tudo que já não é,
A dor que já não me dói.
A antiga e a errônea fé,
O ontem que dor deixou,
O que deixou alegria
Só porque foi e voou
E hoje é já outro dia. 


pessoa 




pra vc julianna cara de banana.
O TEMPO É HOJE
aproveita.












Quer ler textos leves e com humor?
http://juporcina.blogspot.com/
a  alma recomenda...    

xero 

3 comentários:

Lilah Costa disse...

saudade mata a gente.Saudade mata a gente, menina...

Rosa Magalhães disse...

Certa vez, inventei de dizer... "quando eu sinto saudades, eu ponho num copo e bebo".

E lá se foi ela, goela abaixo, sumindo dentro de mim.

Nem sei mais o gosto que tinha!

Beijo de flor pra tu.

Julianna Menezes disse...

ei, eu fui nesse blog ai e gostei, auhsahsauhsuhausa...Mãe, saudades!