domingo, 10 de agosto de 2008

Porque hoje é domingo.
Porque hoje é dia dos pais..
..

Cheguei a tempo...
Correndo na frente do sol.
E antes de abri a porta, revi a vida inteira...
Pensei em tudo que é possível...
Sinais de bem, desejos, fragmentos, cor, luz...
Pensar além do bem, do mal, coisas que ninguém nunca viu...
O mundo, e o que em cima dele vale.
Quem sabe...

Pensei num tempo, que também era tempo demais.
Sorrisos, beijos, paz...
E não consigo parar.
Em querer tranformar, ribeirão em braço de mar.
Encontrar a fonte do ser.
Mesmo assim sinto meu coração, bater mais forte.
Talvez isso seja amor
Quem sabe...
Cheguei a tempo.
Sonhando acontecer.

Nesse texto quebrei em pedaços, como se fosse minha vida, aqui e agora, uma música do Lô Borges, cantada pelo Milton Nascimento.

Passei o dia todo a ouvi-la. Peguei no youtube o video.
Ouça, vale a pena.



Xero...
Semana de luz pra nós.

Finalizo com Pessoa dizendo...

Eu amo tudo o que foi,
Tudo o que já não é,
A dor que já me não dói,
A antiga e errônea fé,
O ontem que dor deixou,
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.

E eu digo amém.

2 comentários:

Donaella disse...

E eu também. Porque temos uma nova chance todos os dias e poucas coisas são fatais. Na nossa caminhada o percurso pode variar, mudar, comtemplar novas paisagens a cada despertar!
Amém!

Marli. disse...

Lindo poema de Pessoa.
Boa semana.