quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

NO MAR TEM PEIXE .... ROSA

Olá, amigos, ... continuação fotos produzidas, essa ficou legal,... ando me achando, ...mas é bom, já tive muitos momentos de baixo astral, e não tenho nenhuma vontade de voltar a ficar caída e despetalada. Hoje recebi uma poesia linda de uma amiga de Recife , sabendo ela como exalto o mar na minha vida, mandou-me com carinho, fico muito emocionada com essas demontrações, penso como sou querida, e esses amigos que me querem tão bem, sabem como me deixar tão feliz, lagrimas descem dos meus olhos, de tão feliz que fico, obrigada, Silvinha, Deus te abençoe, a poesia é de , GILKA MACHADO, não conheço nada de sua obra, pra ser sincera nunca tinha ouvido falar, nosssa literatura é rica, temos bons e belos poetas, entrei no site de poesias e busquei pelo nome, vale a pena........maravilhosa, esse mar divido com voçes Bjs.
(escrito por rosinha)

"Olhando o mar"
Gilka Machado
Sempre que fito o mar...tenho a ilusão de achar-me diantede um silêncio amplo, ondulante, de um silêncio profundo, onde vozes lutassem por gritar, por lhe fugirem do invisível fundo.
Diante do mar eu fico triste, nessa mudez de quem assiste reproduções do próprio dissabor;....diante do mar eu sou um mar, a outro de apore a se indeterminar.
O mar é sempre monotonia, na calmaria ou na tempestade. Fujo de ti, ó mar que estrondas!porque a tristeza que me invade tem a continuidadedas tuas ondas...
Mas te amo, ó mar, porque minha alma e a tua são bem iguais: ambas profundamente sensíveis, e amplas, e espelhantes; ...nelas o ambiente atua apenas superficialmente...
Calma de cismas, de êxtases, de sonhos, desesperos medonhos, ânsias de azul, de alturas...- Longos ou rápidos instantes em que me transfiguro, em que te transfiguras...Nos nossos sentimentos sem represa, nas nossas almas, quanta afinidade!- Tu sentindo por toda a natureza!- Eu sentindo por toda a humanidade!
Nos dias muito azuis, o meu olhar, atento, a descer e a se elevar, supõe o mar um espreguiçamento do céu e o céu um êxtase do mar.
Há nos ritmos da água marinha uma poesia, a mais completa, essa poesia universal da mágoa.
O mar é um cérebro em laboração, um cérebro de poeta; ...nas suas ondas, vêm e vão pensamentos, de roldão.
O mar, imperturbavelmente, a rolar, a rolar...O mar... - Concluo sempre que metido em sua profundeza e em sua vastidão: - o mar é o corpo, é a objetivaçãodo espaço, do infinito.
******ps: "sobre Gilka:(...)" ******
"Gilka Machado foi a maior figura feminina de nosso Simbolismo, em cuja ortodoxia se encaixa com seus dois livros capitais, Cristais Partidos e Estados de Alma. Nem sua ousadia tinha impureza, mas punha à mostra a riqueza de seus sentidos, especialmente de um pouco explorado em poesia, o tato. Sua sensibilidade é requintada, algo excêntrica, mas profundamente feminina."

7 comentários:

Caio disse...

Rosinha, vc é demais, te adoro prima.

Renata disse...

Tá iluminada né amiga, gosto de ver vc assim, realmente não conhecia essa poetisa, poesia linda, adorei. E vc com essas plumas, virou estrela, de holywwood, foi???AHHHH.Bjs.

Julianna disse...

Oie tia rosa
adorei seu blog
foto perfeita
arrazouuu
auhauhauahauah
vou sempre aparecer por aqui
xêrooo
bjos

Aline disse...

Linda, que criatividade, vc tá otima, quando apareçe pra gente sair, atende esse telefone. BJS.

MARLI disse...

Rosinha vc continua a mesma de 25 anos atrás, isso éo que eu acho mais belo em vc, essa sua alegria de viver. BJS.

Amigo disse...

Quero esse peixe Rosa no meu mar.

ju. disse...

Mãe, a senhora é insuperável.Lhe amo.