domingo, 14 de janeiro de 2007

DOMINGO SEM PARQUE.


Hoje é domingo........... não gosto muito, fico saudosa, lembro dos meus 3 filhos ao meu lado, o dia todo, almoço as 3 horas da tarde, brincadeiras nos quartos, todos bagunçados com a cama ainda por fazer, e eu reclamando..... quanta saudade, hoje tou aqui em pleno domingo sozinha,( é por opção mesmo ) sempre aparece alguém para querer me levar pra rua, mas, as vezes gosto de ficar quieta.Não tenho mais os 3 perto de mim, apenas 2,mas nada como antes, eles vão pra a vida, pra turma deles. O domingo sempre é assim, será que vou me acostumar??? ..vou sim, cada um tem sua vidinha, com namorado, familia do namorado, e do marido, marido, filha, amigos, futebol,...... É a roda, e ela gira né..... Ela não para, a gente tem que se adequar. Não fico triste, apenas saudosa, sei que eles estão felizes , o importante é isso.
Aproveito para me curtir, enquanto num apareçe um novo amor, uma nova paixão. Leio minhas revistas, jornais do domingo, falo com amigos e parentes distantes pela net, escrevo, organizo minha casa, as vezes saiu pra tomar um sorvete, um carangueijo com meu irmão, brinco com meus sobrinhos, e o domingo acaba passando, gostaria de criar o hábito de ir a igreja aos domingos, mas ainda não estou disciplinada pra isso, me falta criar ainda tantos hábitos,pra ter uma vida legal, acho isso muito importante,claro que tenho meu contato diário com meu DEUS, faço minhas orações, mas precisamos ir na casa DELE, para LOUVAR com muitos irmãos, TODOS juntos, é tão bom, saimos tão leve.....pois é........ meu domingo ainda não acabou. E hoje tirei o dia pra ouvir música, e tem uma particularmente que ando ouvindo pela enésima vez, e ainda não me cansei, "Fico assim sem voçe", cantada pela Adriana Calcanhoto, linda demais...... quero agradecer todos os comentários que me fazem tão feliz aqui no meu blog, obrigado de coração.(escrito por rosinha)
.
"Avião sem asa
Fogueira sem brasa
Sou eu assim sem você
Futebol sem bola
Piu-piu sem Frajola
Sou eu assim sem você
Porque que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim
Amor sem beijinho
Buchecha sem Claudinho
Sou eu assim sem você
Circo sem palhaço
Namoro sem amasso
Sou eu assim sem você
Tô louca pra te ver chegar
Tô louca pra te ter nas mãos
Deitar no teu abraço
Retomar o pedaço
Que falta no meu coração
Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as horas pra poder te ver
Mas o relógio tá de mal comigo
Por quê? Por quê?
Neném sem chupeta
Romeu sem Julieta
Sou eu assim sem você
Carro sem estrada
Queijo sem goiabada
Sou eu assim sem você
Porque que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim
Eu te quero a todo instante
Nem mil auto-falantes
Vão poder falar por mim
Eu não existo longe de você
E a solidão é o meu pior castigo
Eu conto as hora " (claudinho e buchecha)

5 comentários:

Caio disse...

Adoro essa sua sinceridade de falar, pode se dizer que é até poetico. Boa semana. Bjs.

Cida disse...

“O importante não é estar aqui ou ali, mas ser. E ser é uma ciência delicada feita de pequenas-grandes observações do cotidiano dentro e fora da gente. Se não executamos essas observações, não chegamos a ser; apenas existimos e desaparecemos.”

{“Desconhecido”}

Boa semana.

Anônimo disse...

Saudades de vc.M.

Núbia. disse...

Oi, Rosa, passei pra te visitar, bom saber que vc está bem. Abraço.

Eliane disse...

Rosinha, você já nasceu tomado de consciência coletiva, integrante de uma grande irmandade, um convidado especial para o fantástico espetáculo do universo. Extremamente receptivo a todos os sinais que cruzam o espaço, você sabe que pode fazer a diferença.Nunca se esqueça disso, lembre-se do que conversamos em Fortaleza.Bjs.