domingo, 12 de novembro de 2006

O AZUL DO MEU OLHAR


A tensão que a incerteza provoca só será superada a partir do momento em que eu deixar de me apegar a tudo que possuo, e também às memórias. Estou há algum tempo em estado de renovação, de recomeço, e nada do que sei poderia ajudar nesse sentido.
Nitsche, já falou: "Todo amor, é amor próprio."
O desejo de trilhar novos caminhos vem do encontro às mudanças que ocorrem em meu íntimo, nessa longa fase por qual eu passo.. Existe uma vontade muito grande em comunicar e ampliar o meu círculo social. Eu gosto, tenho fome de conhecer pessoas, tenho ansiedade de querer fazer tudo ao mesmo tempo, e sei que isso poderá deixar rastros de tarefas inacabadas........E não é isso que estou procurando (escrito por rosinha)

5 comentários:

Byra Dorneles disse...

Rosinha
Mto legal, mostra bem vc...
lembre-se que o tempo todo o tempo passa...e que a porta eh um meio de transporte mas apenas fica parada...
bjs

Anônimo disse...

Gosto muito do que vc escreve.
Estou apaixonado por vc.
Vc invadiu meu coração.
MC.

Jack disse...

Rosinha, minha querida, quanta saudade, seu blog é lindo, gostei de tudo, já fuçei até os textos mais antigos, vc vem pra cá mesmo?
Estamos esperando ansiosos, vc tá muito mais bonita, e sua neta é linda.Abraços em todos.

Julianna disse...

Oie tia
to aqui mesmo só pra deixa minha marca!
aqui eh muitu linduh
adorei
fotos lindas!

Anônimo disse...

ooooo rosinha
mas tu ta linda heim
e esses olhos azuis
ta gatinhaaaa
te adoroooo mainhaaa =)
bjooo
polyana