sexta-feira, 21 de julho de 2006

rio e canoa











Tem dias que não post, ando largada, bem verdade que meus problemas aumentaram, mas não tenho tirado o meu foco "equilibrio", sobre mim mesma, mas tenho me gostado mais, ando preocupada comigo, com meus sentimentos e o que tenho feito pra satisfazer-me. Aos poucos vou voltando ao meu eixo, e olhe nem sei se existe. Minha vida teve muitas mudanças, e muitas delas ainda me parece que não foram boas, acertadas mas....mas....mas.........então,
não me preocupo, nem sofro mais por isso, sei que estou seguindo um caminho, se estou certa ou errada o tempo me dirá, o importante nisso tudo é que a vida tem me dado oportunidades para rever alguns conceitos e não ter medo.....principalmente do que ainda nem aconteceu. Cada amanhecer, cada anoitecer, todos os problemas, minha solidão, minha solitude, meu choro meu riso, tudo agradeço a DEUS. AH......... voltei a ler, nesses ultimos 3 dias devorei um livro, "O VENCEDOR", e agora estou lendo " ENTRE DOIS CAMINHOS" de Guto Pinto, um amigo internauta, mandou-me pelo correio autografado , chegou hoje, e logo mais já começo a ler. A leitura me trasporta, me sinto segura, viva, ... vivo, analiso aquele momento da leitura, gosto de conversar sobre o texto, tem sido muito bom. Tenho dado destaque a questões práticas e tento refletir sobre como eu administro minha vida, as responsabilidades e deveres que isso envolve. Percebo na maioria das vezes que uma das minhas maiores gratificações é a eficiência e qualidade das coisas que me proponho a fazer. É com esse pensamento que tenho tido para cuidar de mim, afinal eu mereço. Tenho ouvido Fabio jr, muito esses dias e uma música cabe bem nesse momento, alias (2.)
Rio e Canoa
Fábio JrComposição: Mentir fingir pra mim só é será possível Sob holofotes num cenário como ator E pra você mentir, fingir é impossível É construir a sombra onde há luz de amor Eu acredito e sempre acreditei na vida De uma maneira muito forte, muito intensa É que é difícil a gente ouvir do nosso próprio coração Que ele só pulsa, bate chora mas não pensa Estou tentando resolver esse problema Onde uma cena cresce mais que seu ator Se estava escrito que haveria outra pessoa Rio e canoa sabem mais que o pescador A vida sempre pega a gente numa curva É feito chuva em plena tarde de verão Dependerá de nós as cores, tons, matizes Pr'esse arco-íris transformar o coração Estou tentando resolver esse problema Onde uma cena cresce mais que seu ator Se estava escrito que haveria outra pessoa Rio e canoa sabem mais que o pescador.

Esqueça.
Esqueça se ele não te ama Esqueça se ele não te quer Não chore mais não sofra assim Porque posso te dar amor sem fim Ele não pensa em querer-te Te faz sofrer e até chorar Ou, ou Não chore mais, vem Pra mim, vem Não sofra, não pense nao chore mais meu bem

4 comentários:

Luciana disse...

Rosinha, sua aparencia, esta serena, fico muito feliz por vc.

Luiz Alberto Machado disse...

Lindíssimo e apaixonanete este seu espaço, como vc: linda e maravilhosa.
Vou indicar nas minhas páginas.
Beijabrações
www.luizalbertomachado.com

rubo jünger medina disse...

Rosinha, vc está com um aspecto maravilhoso. Diz tudo de uma pessoa de bem com a vida. Fiquei feliz.
E lendo um livro de um internauta, vc sabe que a leitura abre o nosso universo, nos transprota.
Quanto a nao consguir entrar no blog, foi vacilo meu ou o nome tá diferente daquele do outro provedor?
Beijos. Feliz em te ver de novo.

Meu blog da minissérie DULCINÉIA http://dulcineia.blogspot.com

rubo jünger medina disse...

Pra facilitar, add vc nos favoritos.
Beijos. Bom domingo.

Meu blog de contos/crônicas http://napontadolapis.zip.nt