domingo, 9 de janeiro de 2011

ENTRE O CEU E O MAR



E, o que era que eu queria?
Ah, acho que não queria mesmo nada,
de tanto que eu queria só tudo.
Uma coisa, a coisa, esta coisa:
eu somente queria era – ficar sendo!

 de Guimarães Rosa














Me vale muito.

xero na alma de vcs.

Um comentário:

Iram M. disse...

Que bom que faço parte desses amigos.

Beijo

Iram