segunda-feira, 22 de novembro de 2010

por fim....





Tudo aperta, nem as palavras saem como quero. 
(...)
Chega um ponto em que a corda é esticada de uma tal forma, que a única coisa a se fazer é dar bom dia ao incerto.

JC
visite (http://foradocomum.tumblr.com/)
(http://queixoasrosas.blogspot.com/)

xero de rosa

4 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Rosinha,

Surpresa boa, viu? Cheguei aqui para dizer que adorei a acolhida das suas palavras e me deparo com um texto do Jota Cê que acho fantástico.

Que linda!

Beijo imenso e espero não perder contato, viu?

Rebeca

-

Rosinha disse...

Valeu Rebeca... estamos aqui.

Suzi Montenegro disse...

.

Quantas e quantas vezes temos que dar um bom dia ao incerto, né verdade? é a vida! rs

Sempre bem-vinda, Rosinha!

Você enche meu cantinho de sorrisos.

Volte sempre!

Beijo grande.

.
.

Iram M. disse...

O que prevalece é essa troca deliciosa: eu aqui e vc lá no meu cantinho

Carinho.
Iram