sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

vou dá meu sangue.















lEu tenho vontade, sim, de ser banal, de falar de estrelas e de lua, de por nas coisas todas deste mundo, aquele encanto condenado do lugar comum.Eu tenho vontade de me estirar na estrada, cara pro céu, olhos no infinito e assim, além ,entre poeira e sons, deixar que o meu corpo morra por minutos e por minutos, eternos, ressuscite.Eu tenho vontade de ser anjo e gente, abelha e flor, para sorrindo e beijando a tua boca ser céu e chão, semente, pólen, vento, redenção.(Chakal) ........Eu estou afim de agitar minha vida, soltar a minha língua, ter contatos com várias pessoas, sinto minha mente precisando disso, preciso ficar mais ativa e conectiva com o mundo. Hoje é o primeiro dia do mês de fevereiro, mês que nasci, mês da alegria do carnaval.... decretei que não vou permitir pelo menos nesse mês, a tristeza, a dor chegar a mim. Hoje, saí de casa cedo da manhã, e cheguei cedo da noite.Desde que voltei de Belo Horizonte há 1 ano e 3 meses, não tinha tido um dia assim. Depois conto pra vcs, com fotos. Boa noite. Vou durmir, estou muito cansada, mas muito feliz.....(escrito pra mim).

2 comentários:

m. disse...

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
nem na polpa dos meus dedos
se ter formado o afago
sem termos sido a cidade
nem termos rasgado pedras
sem descobrirmos a cor
nem o interior da erva.

Como é possível perder-te
sem nunca te ter achado
minha raiva de ternura
meu ódio de conhecer-te
minha alegria profunda ---Maria Teresa.

Mirita. disse...

Visita de rotina, ficou legal.