domingo, 8 de agosto de 2010

eu quero mais

 O "pouco" sempre me incomodou. Pode parecer pretensioso da minha parte, mas eu não mudaria uma vírgula na minha forma de ver a vida.
Quando me refiro a palavra “pouco”, não falo sobre bens materiais ou conquistas que estão além da minha própria vontade, mas a atitudes que felizmente não estão à venda e só ocorrem mediante a minha força.
Não quero arrumar desculpas pra todos os meus atos, quero a solução para alcançar o que procuro.


de caio





xero na alma.

Um comentário:

Lilah Costa disse...

sempre mais!
beijos e boa semana ;)