domingo, 14 de junho de 2009

VERDADES

É melhor ficar em silêncio.
O silêncio que consente,
Que se abstêm.
Que renuncia, ou que denuncia.
Seja aquele que procede ao êxtase.
Ou precede a decisão.
E assim, mudos...
Falamos verdades.









Não preciso do fim para chegar...
Do lugar onde estou já fui embora.
(manoel de barros)

Boa semana...
Xero.

Um comentário:

Eugênio Rego disse...

Ô, Rosinha, desculpa me apossar de sua história para uma homenagem ao Dia dos Namorados. Queria escrever algo que não fosse óbvio nem trivial. "Falar de amor é fácil" e isso não queria. Achei aquilo tudo tão lindo e verdadeiro que não resisti. Nunca imaginei que você leria, mas, em todo o caso, bem-vinda ao Contemporama.