sábado, 19 de abril de 2008

O QUE ESCONDO?? NÃO SEI....

Sou alguém que voa alto
mesmo sabendo que um dia possa perder as asas,

Porque também sou frágil...
Mas o amanhã ainda não me importa, não sinto medo...
Porque a lagarta não sabe quando virará borboleta,
Mas sabe que a metamorfose já aconteceu.
O que eu escondo?
Não sei...
Poucas coisas...
Bobas...
Algumas fortes...
Nem te conto.

Eu carregarei eternamente sozinha...
Sou forte, sou capaz de aguentar...
Quanto a ti não sei...
Estou sempre em processo de transformação...
Porque a mente depois de expandida, não volta mais ao seu estado original...
Creio que quem mais entende de felicidade e liberdade
São as simples borboletas...
Almas leves, loucas e graciosas...
Diz-se que uma coisa tão pequena como o bater de asas de uma borboleta,
Pode, em última análise,
Provocar um tufão do outro lado do mundo...
Tudo é possível...
Você cria a sua realidade.
Estou criando a minha...
E, enquanto eu puder voar, irei aonde quero;
Isso mostra o quanto sou livre.
Quanto a ti?? Não sei....
Nem te conto.


"os ventos que tiram algo que amamos...
são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar."





Xero na alma.

uma boa noite de sábado.




Trechos de textos de carolina salcides.



5 comentários:

Perplexa disse...

Eiii Hóspede do Tempo! Vi essa frase e lembrei de vc:
"MINHA RELAÇÃO COM O TEMPO É ESTAR AQUI."(Paulo Coelho)

Donaella disse...

Esse nosso caminhar metamorfosico, que dói, eleva e faz bem. Sinto essa beliscada todos os dias!
bjim

Anônimo disse...

Venho sempre por aqui saber de vc.
Tenho saudades.

O Profeta disse...

Total é a loucura do querer
Breve é chama da doce paixão
Total e insubmissa é a verdade
Que emana do teu terno coração

Sigo os passos da tua procura
Queda-se teu corpo nu em melodia incompleta
És instante da bondade dos Deuses
O canto de uma ribeira que o sol desperta


Um mágico domingo


Doce beijo

Rosa disse...

Texto um tantinho melancólico... que nem o meu espírito hoje. Bom "falar" com você no msn, mesmo rapidinho viu? Beijo grandão!